Fernando Cabeleireiro

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Comentando a campanha eleitoral de Monteiro


Por Simorion Matos
 
 
ImageVitória do trabalho

A reeleição da prefeita Edna Henrique representa a vitória de um brilhante trabalho que vem transformando Monteiro numa cidade voltada e preparada para o futuro.

De uma paulada só, Edna desmanchou um balaio de gatos formado por Carlos Batinga, Doutora Lourdinha, vice-prefeito Eugênio Henrique, Conrado, Chuta, O PIPOCO, Lulu dos Tropicais e outras “lideranças”.

Ódio e denuncismo não convencem

Durante a campanha, a prefeita reeleita foi bombardeada sistematicamente por denúncias sem fundamento e discursos de ódio e rancor, além de reportagens que visavam tão somente denegrir a sua imagem e o conceito da sua família. Com muita fé em Deus, determinação e personalidade forte, superou e venceu. Provou que O BEM sempre vence.

Derrota dupla

Uma derrota dupla aconteceu com o ex-vereador Chuta.

Ele deixou o grupo de Edna, de quem inclusive é compadre, e juntou-se com Batinga, formando chapa com Conrado e indicando um filho e uma filha como candidatos a vereador.

Resultado: Chuta foi derrotado para vice, seu filho Leco não foi eleito vereador e a sua filha Celinha obteve apenas 32 votos para a vereança.

Calunias não recebem atenção

Quem fez uma campanha de calúnias pensando ser eleito vereador, não conseguiu a atenção do povo e mais uma vez foi derrotado.

Atingiu injustamente pessoas e famílias, mas o eleitorado lhe deu o troco derrotando-o. Como um animalzinho que apenas faz barulho, voltou à sua insignificância política.

Resposta na hora certa

Citado e atacado injustamente porque quem se julga fiscal sem ter condições morais de fiscalizar ninguém, preferi manter o silêncio durante o período de campanha, engolindo a seco as injustiças.

Hoje, com o sabor da vitória, a vitória do bem, respondo para quem agride com injustiça, dizendo que enquanto os cães ladram a caravana passa.

OBRIGADO, SENHOR!

Nenhum comentário:

Postar um comentário